Site Loader
Rua Prudente de Moraes, 716 - Itapetininga - SP, 18200-040
Rua Prudente de Moraes, 716 - Itapetininga - SP, 18200-040

Ex-Combatente do 11º Regimento de Infantaria

Força Expedicionária Brasileira (F.E.B)

VICTÓRIO NALESSO nasceu no bairro da Chapadinha, Itapetininga, SP, a 4 de Julho de 1922. Filho de Sr. Moysés Nalesso e de D. Anna da Conceição. Veterano da II Guerra Mundial, Victório Nalesso ingressou no Exército Brasileiro em 29 de Fevereiro de 1944 no 5º Batalhão de Caçadores, em Itapetininga, SP.

Nesta unidade prestou o Serviço Militar Inicial e como voluntário ingressou na Força Expedicionária Brasileira (F.E.B.), sendo então transferido para o 6º Regimento de Infantaria e desta unidade para o 11º Regimento de Infantaria, com destino ao teatro de operações da Itália, no segundo escalão da FEB, em 22 de Setembro de 1944. Participou de vários combates, dentre eles, Monte Castello e Montese, bem como assistiu a espetacular rendição da 148º Divisão Alemã Panzer em Collechio-Fornovo.

Retornou ao Brasil em 5 de Setembro de 1945. Em 16 de Fevereiro de 1946, casa-se com D. Lucinda Nunes da Costa Nalesso (in memoriam), irmã de seu companheiro de Força Expedicionária Brasileira, o pracinha Benedito Nunes da Costa (in memoriam).

Da sua participação naquele que foi o maior conflito armado do século XX, Victório Nalesso foi condecorado com a Medalha de Campanha e em 5 de Outubro de 1988 foi reformado no posto de segundo tenente do Exército Brasileiro.

Victório Nalesso é cidadão honorário de Montese na Itália e membro honorário do Instituto Histórico Geográfico e Genealógico de Itapetininga. Autor do livro Diário de um Combatente (Regional, 2005).

Em 2012 teve sua história de vida publicada em capítulo no livro “Itapetininga: Heróis Feitos e Instituições” (Regional, 2012).

Também neste mesmo ano de 2012, foi declarado Patrono da Turma Sentinela dos Campos de Itapetininga dos Atiradores do Tiro de Guerra 02-076 e patrono do Portal dos Ex-Combatentes de Itapetininga .

Em 8 de Maio de 2015, ocasião das comemorações dos 70 anos do Dia da Vitória foi agraciado com a Medalha da Vitória do Ministério da Defesa.

Em 31 de Outubro de 2016, o Tiro de Guerra de Itapetininga inaugurado o Museu da Força Expedicionária Brasileira “Pracinha Victório Nalesso” , outra homenagem que lhe foi prestada em reconhecimento à sua dedicação pelos valores da Liberdade e da Democracia.

Já em 8 de Maio de 2020, data comemorativa dos 75 anos do Dia da Vitória , Victório Nalesso foi agraciado com a Medalha Marechal Mascarenhas de Moraes da Associação Nacional dos Veteranos de FEB – Seção Rio de Janeiro e com a Medalha Marechal Zenóbio da Costa do 1º Batalhão de Polícia do Exército, também no Rio de Janeiro.

Ainda neste ano de 2020, a 4 de Julho, Victório Nalesso celebrou seu aniversário de 98 anos de vida, existência virtuosa e digna de todo elogio pela sua simplicidade, humildade, patriotismo, dedicação e civismo, consubstanciada pelo amor e carinho de seus filhos Ana, Cleide e João Mateus, de seus seis netos Adriana, André, Leonardo, Lídia, Marcelo e Miguel e de seus sete bisnetos Cauan, Ettore, Leticia, Lorenzo, Maria Fernanda, Samuel e Pietro.

Parabéns Victório Nalesso! Nosso pracinha itapetiningano que ao lado de nosso outro pracinha itapetiningano Argemiro de Toledo Filho mantêm aceso o Cachimbo da Vitória!

Post Author: Jefferson Biajone